Luta pelo título do ICGP continua em Mallory Park

O brasileiro Bob Keller, quinto colocado na 250. (Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)
O brasileiro Bob Keller, quinto colocado na 250.
(Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)
Traçado do circuito de Mallory Park, na Inglaterra. (ICGP Brasil)
Traçado do circuito de Mallory Park, na Inglaterra.
(ICGP Brasil)

A temporada 2016 do International Classic Grand Prix (ICGP) terá sua terceira rodada dupla no dia 31 de julho no circuito de Mallory Park, na Inglaterra. O campeonato de motos de GP clássicas das categorias 350 e 250 cm³ chega à metade da temporada com a luta pelos títulos ainda em aberto e expectativa de que a decisão aconteça somente na etapa final, em Goiânia, no dia 23 de outubro.

Com quatro corridas realizadas (duas rodadas duplas), a liderança do campeonato está com Guy Bertin (categoria 350), Colin Sleigh (250) e Harald Merkl (YC250). O brasileiro Bob Keller ocupa a quinta colocação na 250 com sua Yamaha TZ – e tem uma pendência a resolver em Mallory Park: “Quero voltar lá e compensar o tombo que levei no ano passado!”, afirma. Na primeira corrida da rodada dupla de 2015, Keller deu uma excelente largada, chegando a ultrapassar vários pilotos da categoria 350, quando caiu. “Havia chovido antes da largada e a pista estava muito molhada. Pouco depois do hairpin, toquei de leve na embreagem para manter o motor em alta. Quando soltei, a moto escorregou de traseira e me jogou longe. Felizmente, não tive ferimentos. Consegui fazer os reparos necessários para alinhar na segunda corrida e terminei em quarto lugar”, recorda o brasileiro, terceiro colocado no campeonato da 250 em 2015.

Bob Keller (ao fundo, de capacete branco) logo após o tombo em Mallory Park em 2015. (Barry Clay/ICGP Brasil)
Bob Keller (ao fundo, de capacete branco) logo após o tombo em Mallory Park em 2015.
(Barry Clay/ICGP Brasil)

Dos seis circuitos do ICGP em 2016, Mallory Park é o único que nunca sediou um GP do Campeonato Mundial de Motovelocidade. Construído em 1956, é um dos autódromos clássicos do automobilismo e do motociclismo britânico, com diversas corridas importantes em sua história. A “Race of The Year”, disputada entre as décadas de 1950 e 1980 por motos de GP de 500 cm³, tem em sua lista de vencedores nomes como John Surtees, Mike Hailwood, Giacomo Agostini, Jarno Saarinen, Barry Sheene, Kenny Roberts e Randy Mamola. É o mais curto entre os circuitos que recebem o ICGP em 2016: tem 2,269 km de extensão.

Guy Bertin (Kawasaki) lidera a categoria 350. (Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)
Guy Bertin (Kawasaki) lidera a categoria 350.
(Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)

Após duas etapas (quatro provas), o ICGP apresenta a seguinte classificação:

350: 1) Guy Bertin (França), Kawasaki KR, 88 pontos; 2) Leon Jeacock (Grã-Bretanha), BSR, e George Hogton-Rusling (Grã-Bretanha), Gourlay TZ, 56; 4) Werner Reuberger (Áustria), Yamaha TZ, 44; 5) Guillaume Foureau (França), Yamaha TZ e Bernard Fau (França), Morena, 33.

Colin Sleigh, líder da categoria 250. (Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)
Colin Sleigh, líder da categoria 250.
(Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)

250: 1) Colin Sleigh (Grã-Bretanha), Yamaha TZ, 95 pontos; 2) Stefan Tennstadt (Alemanha), Bakker Rotax, 58; 3) Don Gilbert (Grã-Bretanha), Exactweld, 58; 4) Bernard Tabarly (França), Armstrong, 50; 5) Bob Keller (Brasil), Yamaha TZ, 43; 6) Marc Auboiron (França), Yamaha TZ, 29.

Nigel Palmer, da nova categoria YC250. (Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)
Nigel Palmer, da nova categoria YC250.
(Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)

YC250: 1) Harald Merkl (Alemanha), 57 pontos; 2) Stuart Thomas (Grã-Bretanha), 51; 3) André Gouin (França) e Vincent Levieux (França), 45; 5) Jean-Pierre Pauselli (França), 22 (todos com Yamaha TZ).

Leon Jeacock é vice-líder da 350. (Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)
Leon Jeacock é vice-líder da 350.
(Hendrik Jan Lotterman/ICGP Brasil)

Master: 1) Guy Bertin (França), Kawasaki KR, 100 pontos; 2) Bernard Fau (França), Morena, 52; 3) Stefan Tennstadt (Alemanha), Bakker Rotax, 65; 4) Jean-Paul Lecointe (França), Yamaha TZ, 40; 5) Bernard Tabarly (França), Armastrong, 50; 6) Bob Keller (Brasil), Yamaha TZ e Peter Howarth (Grã-Bretanha), Sankito, 29.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s